Romance Histórico 'Graciosa'

Oficinas Literárias






Escola Rural, Bairro de Cotia - São José dos Pinhais, PR
Se está interessado em despertar nos alunos de sua instituição de ensino, nos funcionários de sua empresa ou nos participantes da instituição cultural da qual participa, o gosto não  só por literatura e leitura, como pela escrita, é a isso que me proponho.
Mais que receptores, a sociedade precisa de produtores de expressão cultural.

Minhas oficinas são ao máximo possível interativas, os participantes têm a oportunidade de contextualizar para o momento suas próprias vivências. São atributos que, nas ligações do aprendizado, são os que primordialmente contribuem para o crescimento do entendimento, a construção do conhecimento. Ningúem pode ensinar nada, mas antes mediar o conhecimento, que o próprio aprendiz alcançará.


Lançamento de Haicai Para Crianças 3 - Suco Verde Poético, Livrarias Curitiba, Curitiba - PR

Sentidos do corpo e Braille
Observar o quintal, a rua, o ambiente de trabalho, a natureza, e todos os cenários do cotidiano é material contínuo, é o laboratório de criação da própria vida, é a aquisição oral que se torna em arte - arte no íntimo. Nas mãos de todos aqueles que se aventuram a compor uma poesia, um haicai, um texto em prosa, uma expressão artística enfim, a própria arte ganha corpo, ganha vida.

Todas as idades estão convidadas, principalmente as crianças. Quando adultos, aprenderemos a ser como elas, lançando a vista para o que é importante, sensíveis a pureza da percepção, ao que é invisível aos olhos, o que requer a conjunção dos sentidos do corpo vivo.
A infância é o mais importante observatório da arte.
Porque temos de mudar quando passa essa fase de sonhos?!
Brincadeiras
Vamos escrever haicais, poemas e outras literaturas como as crianças o fazem.
Elas são sensíveis, sensitivas, sem ninguém as ter ensinado. Fazem, ousam, sem medo de desagradar. Para expor sentimentos reais, sem interesses materiais. Sem afetação. O único interesse é a conexão.

Monteiro Lobato - autor primeiro dos sonhos da infância, Cora Coralina - a contista em versos dos doces e das dores, Mário Quintana, Cecília Meireles, Henriqueta Lisboa, Álvaro Cardoso Gomes, Erico Verissimo, Pedro Bandeira, Helena Kolody, e onde a imaginação e as letras nos levar. Eu falo dessas almas inquietas e líricas com paixão. São mentes que fazem sonhar, que inspiram escrever. E que mais e mais gente sempre deveria conhecer... Os autores são os planetas que flutuam na órbita da estrela de grandeza absoluta que é a literatura.


Feira Municipal do Livro de São José dos Pinhais


Não me prendo às regras absolutas,  metrificações, e gramática... e pormenores que deixo aos professores de Língua Portuguesa. Eu lhes apresento o doce da literatura... Lhes ofereço e espero que comam até que estejam fartos.
Clorofila, a natureza, frutos.
É como quando se lhes dá um brinquedo e deixa-se que desmontem, esmiúcem e descubram, pela própria paixão todos os porquês e profundidades. Com o passar do tempo estarão ávidos pela leitura. Entretanto, não só por ela. Escrever também pede incentivo. Existe fome por expressão. A interdisciplinaridade que minha obra e minhas oficinas opurtunizam ficam aos mestres. Como num projeto transdisciplinar, espero que os aprendizes se perguntem, busquem as respostas e nem percebam que as encontraram, pois, assim ficará apreendido pelo coração, não decorado em algum canto do cérebro que em pouco será oculto pelo passar do tempo.

Ora, para mim tudo é poesia! TUDO é poesia! Ou não é? Crianças (e adultos) adoram descobrir naquele doce, risível espanto que até caminhões de lixo podem sê-lo, para poderem dar boas risadas! E poderem expor como são cheios de sonhos... Como é bom expressar, transpor, expor as cores de seu íntimo.

A experiência me mostrou que o contentamento diante da arte - letras e traços - transcende às expressões humanas. Esse contentamento mora no brilho dos olhos. 

Como uma mediadora de oficinas literárias, entre elas o Haicai, fomento ainda mais em mim meu amor pelas letras. E tenho esperança de fomentar nos demais. Que de todas, ao menos em uma criança eu também o possa fazê-lo, em todas as minhas andanças se justificarão. Numa gratidão anônima estarei contentada.




Leia e veja fotos de minhas oficinas 
AQUI, AQUIAQUI e AQUI ou procure saber mais no Menu 'Projetos & Eventos'.

Entre em contato!!!

letraslilases@gmail.com